Vou me matricular em academia! E agora?!

Vou me matricular em academia! E agora?!
agosto 20 16:32 2015

Parabéns! Você decidiu que vai dedicar 4% do seu dia para cuidar da sua saúde treinando (é o tempo que um treino entre 1 hora e 1h30 consome do seu dia). Mas e agora, por onde começar?

1. Check up

É comum acreditarmos que nossa saúde está sempre em dia, mas nem sempre isto condiz com a realidade.

A atividade física é capaz de promover uma série de adaptações não só físicas como também fisiológicas que precisam estar alinhadas com seu nível de condicionamento e isto, somente um profissional médico é capaz de avaliar previamente através de exames simples, como o eletrocardiograma e o ergométrico.

2. Organize-se

Desenhe sua rotina: horas dedicadas ao trabalho, ao estudo, à família e atividades sociais e de lazer são muito importantes neste processo. Um grande número de pessoas projetam 5 dias de treinos semanais, quando sequer conseguem cumprir 2 dias por falta de organização.

3. Informe-se

A partir do momento em que se inscreve em uma academia, ela é a responsável pela sua saúde e tem o dever de zelar por ela.

O registro do estabelecimento nos órgãos competentes e os profissionais que compõem a equipe técnica são de fundamental importância.

Lembre-se, um profissional habilitado vai muito além do diploma de graduação e do registro profissional (CREF): leve em consideração cursos e aprimoramentos realizados.

4. Experimente

Aproveite que grande parte das academias oferece uma vasta oferta de aulas e treinamentos e dedique as primeiras semanas de treinamento a conhecê-las, até encontrar o que lhe faz bem.

Sentir prazer é fundamental.

5. Seu Professor, seu melhor amigo

É importante que você estabeleça uma relação de confiança com ele: não dê ouvidos a velhos dogmas de que em uma academia só se dão bem alunos de boa aparência e em forma.

Profissionais sérios e comprometidos estão espalhados pelas salas de musculação e dispostos a lutar pelos seus objetivos.

6. Alimentação

Emagrecimento, hipertrofia ou simplesmente condicionamento físico. Independente, do seu objetivo sua alimentação deve estar alinhada a ele.

Evite mudanças radicais fadadas ao abandono e fonte de prejuízos à sua saúde. Pequenas alterações diárias e semanais costumam ter melhores resultados.

Se possível, consulte um Profissional Nutricionista.

7. &ldquoViva&rdquo o seu objetivo

Roupas, tênis ultra modernos e suplementos milagrosos de nada adiantam, quando as horas que você passa longe da academia não são respeitadas.

Alimentação e descanso são complementos fundamentais do exercício.

8. Seja curioso

Extraia o máximo de informações do seu treinador e busque fontes adicionais (confiáveis) que te façam entender o porquê de cada exercício que você faz.

Despertar o interesse pela atividade física é mais uma forma de incorporar ao seu estilo de vida.

 

Forte abraço e bons treinos!

Por Profa.Esp. Renata Santos.

  Sessão: