Tênis Infantil e a cobrança por resultados

Tênis Infantil e a cobrança por resultados
junho 22 13:50 2015

Ir bem na escola, ser econômico, vencer.

Se vocês acham que essa é uma preocupação apenas dos pais dos tenistas infanto-juvenis, pasmem: isso passa na cabeça da maioria dos próprios jovens.

Isso acontece porque as mensagens dos pais, mesmo que não verbais, são captadas pelos jovens na íntegra. E a comunicação dupla (falar uma coisa e sentir outra) é pior do que a verdade nua e crua, deixando o jovem ainda mais confuso e preocupado.

Pais que “investem” nos tênis dos filhos esperando torná-los campeões e se Deus quiser ter uma velhice tranquila às custas da polpuda conta bancária deles, já profissionais, se imortalizaram nas figuras de Mr. Williams (pai de Serena e Venus) e Ms. Higgins (pai da Martina). Mas, será que é por aí?

Bem, não sou íntima dessas duas famílias supracitadas, espero que estejam todos bem e felizes. O ponto a que me destino é: não podemos forçar os filhos a fazer o que é apenas da nossa vontade, eles precisam de vontade própria. E não é com mentiras e chantagens que conseguimos que eles tenham essa vontade, e sim com amor e amizade incondicionais.

Condicionar o amor e a amizade aos filhos às vitórias no tênis ou ao 10 na prova de Matemática é uma bomba H na auto-estima desses jovens. Ao mesmo tempo é preciso estar presente, ajudá-los a estabelecer metas adequadas ao seu potencial, metas atingíveis e possíveis.

Pedir amor dos filhos em troca de passagens para o próximo torneio do circuito COSAT também não é boa pedida. Os filhos devem saber do orçamento doméstico, saber o que os pais podem proporcionar ou não em termos de vida esportiva, para inclusive terem condições para acionar outras alternativas (aulas de tênis mais baratas, patrocínios, “vaquinha” entre os amigos, etc.).

Punir o 4,5 em Ciências não indo assistir seu jogo de torneio no sábado pode significar ao jovem que você não liga para ele, não o entende e não dá apoio ao seu desenvolvimento no tênis. Não misture os canais. Incentive-o a estudar mais sendo companheiro nas horas de lazer e se divertindo junto com ele nos torneios!

Enfim, a mensagem de hoje é: “Pais, estejam perto de seus filhos. Filhos, estejam em comunicação constante com seus pais.”

Sentimentos existem para ser compartilhados. Vocês não podem imaginar o turbilhão de sentimentos que rola no coração dos tenistas mirins!

Faça Fácil

Para ser lido conjuntamente por pais e filhos:

1. Planeje o orçamento doméstico e veja o quanto pode ir para o tênis dos seus filhos (anual/mensal)
2. Busque alternativas de aulas, treinos e competições adequados ao seu orçamento.
3. Se o seu filho estiver com muita vontade, gostando muito do que faz e tendo bons resultados, estude a possíbilidade de patrocínios e “vaquinhas”.
4. Lembre-se de que o Inglês é fundamental para a hipótese futura de tênis universitário, e também o bom desempenho escolar. Não deixe de investir nessas áreas.

Você tem mais perguntas? Nós temos as respostas e mais perguntas…Nosso e-mail é: contato@suzanasilvapromocoes.com.br
Conheça nosso site: www.suzanasilvapromocoes.com.br

  Sessão:
escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda!

comente primeiro...

Only registered users can comment.