Quais são as principais aplicações do intervalo dentro da série ?

Quais são as principais aplicações do intervalo dentro da série ?
maio 22 16:11 2020

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS APLICAÇÕES DO INTERVALO DENTRO DA SÉRIE (INTRASSÉRIE) ?

 

O período de intervalo entre as séries tem significante influência sobre as respostas e as adaptações ao treinamento de força. Períodos de intervalo reduzidos são tipicamente recomendados em programas de treinamento de força para maximizar a hipertrofia muscular (60 a 90 segundos), em função do aumento do GH, quando comparados com longos períodos de recuperação.

Entretanto, curtos períodos de intervalo prejudicam o rendimento físico durante as séries subsequentes e, durante várias semanas, atenuam o aumento da força muscular, em comparação aos intervalos longos. Portanto, intervalos de curta duração não são recoendados para otimizar ganhos na força muscular.

Diferentemente do método tradicional onde se realizam os intervalos no final das séries, estudos demonstram a efetividade de se realizar blocos ou dividir uma série cmpleta em grupos de repetições menores, com intervalos dentro da série (intrassérie).

Um estudo prévio demonstrou maior produção de potência em cada repetição quando seis repetições foram divididas em repetições únicas, duplas ou triplas versus a realização das seis repetições consecutivamente com a carga de 6 RM.

Nesse estudo, os descansos dentro da série foram de 20 segundos entre as repetições únicas; 50 segundos entre as duplas e 100 segundos entre as triplas.

Portanto, blocos de repetições ou a interrupção de uma série antes de atingir a repetição máxima (com determinada carga) podem ser interessantes para o desenvolvimento da potência.

Considerando que o sistema fosfagênio de energia se recupera rapidamente quando não completamos exaustos, a realização de blocos de repetições é eficiente em termos de tempo e permite a manutenção da velocidade da repetição, sendo esse um fator crítico para o desenvolvimento da potência.

Fonte: Lawton, T. W.; Cronin, J. B.; Lindsell, R. P. Effect of interrepetition rest intervals on weight training repetition power output. J. Strenght Cond. Res. 2006; 20 (1): 172-6.

Informações: linktr.ee/nunesnewton