Por que é mais difícil reduzir a gordura em determinadas regiões do corpo ?

Por que é mais difícil reduzir a gordura em determinadas regiões do corpo ?
maio 07 01:26 2020

POR QUE É MAIS DIFÍCIL REDUZIR A GORDURA EM DETERMINADAS REGIÕES DO CORPO ? O QUE É PRECISO FAZER PARA REDUZI-LA ?

Realmente existem algumas regiões do nosso corpo onde é mais difícil reduzir e metabolizar a gordura., são as chamadas “ gorduras localizadas “. Elas são encontradas principalmente na região inferior do abdômen, nos glúteos e nas coxas.

Essa maior dificuldade resulta das características determinadas em parte geneticamente dos adipócitos localizados nestas regiões. Esses adipócitos são menos responsivos à ação dos hormônios que estimulam a lipólise. Dessa forma, a contribuição de gordura dessas regiões para o fornecimento de energia é relativamente pequena, fazendo com que sejam preservadas, enquanto a lipólise de outras regiões sejam mais acentuadas. Para haver redução de gordura nestas áreas do corpo mais difíceis é necessária a redução de gordura corporal até que estas regiões também sejam diminuídas. Cuidado com uma redução muito significativa e rápida do peso corporal pois pode afetar a sua saúde.

Com uma alimentação equilibrada e treinamento físico aeróbio intervalado e o resistido, o organismo elevará sua taxa metabólica de repouso e este fato auxiliará na redução do peso corporal através da mobilização de mais gordura.

Exercícios localizados não contribuem significativamente para a redução da gordura corporal localizada nestas regiões, mas uma vez que haja aumento da musculatura nestas regiões, esse aumento muscular acaba por amenizar esteticamente a presença de gordura. Portanto, acreditar que realizar exercícios abdominais ajudará reduzir a gordura abdominal é falso, mas o fortalecimento e o aumento dos músculos abdominais pode atenuar esteticamente a presença de gordura nessa região. Os exercícios de fortalecimento dos grupos musculares da região abdominal são de fundamentais para o tônus da parede abdominal e são fortemente recomendados em um programa de condicionamento físico.

Informações: http://bit.ly/profnewton