Orientações para quem quer emagrecer caminhando

Orientações para quem quer emagrecer caminhando
agosto 20 13:36 2015

Caminhar movimentando os braços e segurando pesos livres aumenta o gasto energético

Caminhar é um exercício de fácil execução que proporciona benefícios importantes para a saúde. Entre as vantagens da caminhada, quando praticada com regularidade, está o controle do peso.  Caminhar consome menos calorias do que correr, mas é mais indicada para as pessoas obesas. Pesquisadores demonstraram que andar queima l, l5 calorias por quilo de peso corporal a cada milha ou a cada mil e seiscentos metros percorridos a cinco quilômetros por hora.  Correndo é possível queimar l, 7 calorias por quilo de peso corporal percorrendo a mesma distância.  Portanto é preciso caminhar dois mil e quatrocentos metros (2.400) para se queimar a mesma quantidade de calorias necessárias para se correr uma milha (l.600).

Apesar das vantagens da corrida relacionadas com o gasto energético é preciso considerar que para as pessoas que estão acima do peso ideal os exercícios devem ser de baixa ou moderada intensidade e longa duração.  Realizados desta forma proporcionam melhora da resistência aeróbia e maior utilização da gordura como fonte energética para os músculos. A caminhada favorece a manutenção do esforço por tempo mais prolongado que a corrida e diminui o risco de lesões que podem interromper o treinamento.

As pessoas sedentárias, mesmo aquelas que não estão com o peso acima do ideal, devem procurar orientação, para preparar os músculos e articulações, com exercícios localizados e alongamentos, para evitar que a fadiga muscular abrevie a duração da caminhada. Naturalmente, quanto mais destreinado e acima do peso, menor deverá ser a velocidade da caminhada para percorrer distâncias maiores. Pessoas mais treinadas, que já assimilaram todos os benefícios proporcionados pelas caminhadas rápidas, podem aumentar a queima de calorias movimentando os braços vigorosamente com pesos nas mãos.

O aumento do gasto calórico em caminhadas com pesos de 0.5 a l.5 quilos nas mãos é comparável ao metabolismo necessário para desenvolver um trote moderado. Mesmo as pessoas hipertensas, mas, com melhor nível de treinamento, podem caminhar segurando pesos de até l.5 quilos porque o aumento da pressão arterial, nestas circunstâncias, não é significativo. Para aqueles que querem realmente levar a sério um programa de caminhada para emagrecer é importante procurar um nutricionista e aprender a comer de maneira saudável.

A combinação da orientação nutricional, exercícios localizados e a realização de caminhadas, pelo menos cinco vezes por semana, com duração de 30 a 60 minutos, pode ajudar a reduzir o peso e a melhorar a saúde. Mas não esqueça, antes de iniciar um programa de caminhadas fale com seu médico, faça uma avaliação e depois procure a orientação de um professor de educação física.

Prof. Dr. José Alberto Aguilar Cortez possui vasta experiência em exercício físico e esporte, especialmente em condicionamento físico  e reabilitação cardíaca. É Diretor da FITCOR Aptidão Física e Saúde, empresa que entre vários projetos é responsável pelo Programa de Prevenção e Reabilitação Cardiopulmonar e Metabólica no Centro de Reabilitação do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Professor Doutor da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo – USP, atua na docência de futebol e futsal e coordena na USP o GEPEFFS – Grupo de Estudos e Pesquisas de Futebol e Futsal. Foi coordenador do curso de Condicionamento Físico para Grupos Especiais e Reabilitação Cardíaca no Pós-Graduação Latu Sensu da FMU.  Desde 1999 é consultor na rádio Jovem Pan AM para assuntos relacionados a atividade física, esportes, saúde e qualidade de vida.

 

  Sessão: