Farinha de berinjela pode auxiliar na perda de peso

Farinha de berinjela pode auxiliar na perda de peso
agosto 20 17:40 2015

Uma pesquisa do Instituto de Nutrição Josué de Castro e da Faculdade de Medicina da UFRJ está mostrando os efeitos benéficos de torrar e triturar a polpa e a casca da berinjela para quem deseja perder peso e reduzir fatores de risco cardiovasculares.

Ainda estamos fazendo análises químicas na farinha de berinjela, mas já dosamos o teor de fibras, que é muito alto, afirmou Glorimar Rosa, coordenadora do projeto de pesquisa e professora adjunta de Nutrição Clínica do Instituto. Acreditamos que as fibras promovam maior tempo de saciedade e, assim, auxilie na perda de peso, complementa a professora, que também atua como membro permanente do Programa de Pós-Graduação de Clínica Médica/Cardiologia da Faculdade de Medicina.

Em um estudo piloto realizado por dois meses, mulheres obesas com idade entre 44 e 55 anos foram divididas entre um grupo experimental, que acrescentou 14g de farinha de berinjela por dia a uma dieta de baixo teor calórico, e um grupo controle, com dieta sem esse suplemento. No grupo experimental, houve redução do excesso de gordura no abdome e da concentração de ácido úrico no sangue, além de ter sido constatada uma tendência à redução da concentração no sangue de triglicerídeos, colesterol total, LDL-colesterol e VLDL-colesterol.   Concluímos que a farinha de berinjela, aliada a um controle nutricional, exerce um modesto efeito em alguns fatores de risco cardiovasculares, disse Glorimar.

O estudo será concluído em um posto de saúde em São Gonçalo, quando o número de participantes será ampliado e o acompanhamento será feito durante três meses.   Apesar dos benefícios do produto, Glorimar alerta sobre a importância de uma alimentação saudável e da prática de exercícios: A farinha de berinjela, como todo alimento funcional, potencializa o efeito da dieta e da atividade física.
Não existe alimento funcional milagroso.
Sempre é necessária a mudança do estilo de vida para observarmos os benefícios do alimento funcional, ressalta a coordenadora.

FONTE: CAROLLINE CARVALHO – AGÊNCIA UFRJ DE NOTÍCIAS – CENTRO DE TECNOLOGIA – dmvi@reitoria.ufrj.br