A ergoespirometria nos esportes, por Prof. Dr. Newton Nunes

A ergoespirometria nos esportes, por Prof. Dr. Newton Nunes
outubro 21 23:53 2016

coracao

O teste cardiopulmonar ou teste ergoespirométrico é a melhor metodologia existente atualmente para avaliação da capacidade cardiorrespiratória do individuo. Aliás, o que significa teste máximo? Esta pergunta que devemos fazer ao nosso cliente após a realização de um teste na esteira. Seu teste foi máximo? Máximo em quais variáveis? A princípio o teste cardiopulmonar deve ser máximo em 4 aspectos: muscular, cardiovascular, respiratório e metabólico.

O que significa teste máximo muscular?

Significa que o individuo não consegue mais andar ou correr na esteira. Se o teste foi realizado no cicloergômetro, significa o momento onde não é possível manter a velocidade de 30 km/h.

O que significa teste máximo cardiovascular?

Significa o momento onde houve aumento da intensidade da esteira ou bicicleta e a frequência cardíaca não apresentou elevação significativa, ou seja, atingiu-se o platô de frequência cardíaca. Neste caso, o indivíduo atingiu sua FC máxima, caso contrário o correto é definirmos como frequência cardíaca de pico.

O que significa teste máximo respiratório?

Significa o momento onde houve aumento da intensidade da esteira ou bicicleta e o consumo máximo de oxigênio não apresentou elevação significativa, ou seja, atingiu-se o platô de consumo de oxigênio. Neste caso, o indivíduo atingiu seu consumo máximo de oxigênio, caso contrário o correto é definirmos como consumo pico de oxigênio.

O que significa teste máximo metabólico?

Significa o momento onde o indivíduo atingiu um valor acima de 1.15 no quociente respiratório (relação entre VCO2/VO2).

Após a realização do teste cardiopulmonar máximo nos 4 aspectos, podemos através dos limiares ventilatórios obtermos algumas conclusões com relação ao predomínio do metabolismo no indivíduo e o direcionamento ao esporte no qual ele poderia obter mais sucesso.

Se o aluno em questão atingiu seu segundo limiar ventilatório muito próximo do final do exame, significa que ele possui uma alta capacidade de tamponamento (mais mitocôndrias) e, consequentemente uma maior capacidade oxidativa. Certamente neste exemplo, ele seria uma pessoa mais indicada para provas de fundo, ou seja, corridas de longa distância.

Se o aluno em questão tivesse atingido seu segundo limiar ventilatório muito precocemente, significaria o oposto, ou seja, uma baixa capacidade de tamponamento e uma alta capacidade para suportar acidose por mais tempo (sistema glicolítico predominantemente). Certamente neste exemplo, ele seria uma pessoa mais indicada para provas curtas (potência/explosão): 100m, 200m, 400 m.

Concluindo, o teste cardiopulmonar, evidentemente através da análise de outras variáveis que estão incluídas no exame, permitem ao fisiologista direcionar seu atleta ao esporte que ele poderá ter um maior rendimento.

Por Prof. Dr. Newton Nunes. @nunesnewton

Vejam também nossos vídeos no you tube (Newton Nunes) ou no link a seguir:

https://www.youtube.com/watch?v=vpbxO6w6_Yk

https://www.youtube.com/watch?v=NgFMr8uSwCg

 

  Sessão: